quarta-feira, 19 de abril de 2017

APRESENTAÇÃO

O Grupo de Estudos do Discurso da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte -  GEDUERN, em parceria com O Programa de Pós-graduação em Ciências da Linguagem - PPCL e a Faculdade de Letras e Artes - FALA, propõe a realização do IV CONLID – Colóquio Nacional de Linguagem e Discurso.


O IV CONLID se pauta na necessidade de pesquisadores da área da linguagem, vivenciarem o debate acadêmico em torno  de novas abordagens sobre linguagens, sujeito  e  discursos em situação de crise social, política e econômica. Nesse cenário, as relações existentes entre linguagem, discurso, sujeito e poder colocam para a pesquisa no campo dos estudos da linguagem, assim como de outras áreas das ciências humanas e sociais, a necessidade de problematizar o que estamos fazendo hoje, de nosso futuro. 


Compreende-se que as sociedades atuais precisam realizar um trabalho sobre o tempo em virtude do qual, se quiserem a sua sobrevivência e o seu bem-estar, são obrigadas a incluir cada vez mais o futuro nos seus cálculos. Nos cálculos do futuro outras linguagens e discursos devem entrar em cena: nada de uma retórica da necessidade em favor dos interesses do mercado, ao invés de contenção, projetos; ao invés da carência de perspectivas, novas representações do povir; ao invés de uma lógica da sobrevivência, a possibilidade de fomentar a esperança; ao invés da perplexidade, reflexividade; ao invés da banalização do fim da política, reivindicar a verdadeira política e novas formas de governamentalidade. 


Em uma observação das mudanças ocorridas no Brasil nos últimos anos e no contexto de crise econômica certificada por especialistas e vivenciada pela população, verifica-se que com relação às políticas do governo para enfrentamento da crise, emerge manifestações sociais que exigem que a crise não pode ser enfrentada com o sacrifício dos direitos dos trabalhadores. O clima social inscreve a instabilidade política, o confronto de ideias e projetos, o acirramento na agenda dos movimentos sociais que reivindicam “nenhum direito a menos”. Este cenário é propício à produção e circulação de discursos que se materializam em diferentes linguagens, e sua descrição e interpretação. 


Nesse cenário, O IV CONLID  propõe-se discutir a temática Linguagens e discursos em tempos de crise, entendendo que tal cenário é propício à produção e circulação de discursos que se materializam em diferentes linguagens , o que coloca para os pesquisadores que tem o discurso e a linguagem como objeto de investigação, a necessidade de descrever e interpretar discursos e práticas relativos ao contexto  de sua temática, de modo  que os trabalhos apresentados  nesse evento, possam oferecer contribuições teórico-metodológicas para o entendimento, descrição e interpretação da relação discurso sujeito e poder e apontem elementos para a descrição e interpretação de como os sujeitos inscrevem sua relação com a crise atual e como materializam no discurso e práticas sociais essa relação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário